FANDOM


Jorge Anceys Pato Branco (nasceu em 13 de Endrikos de 290 A.C e morreu em 20 de Endrikos de 306 A.C) foi um acólito do deus Endric. Mais conhecido por Jorge Pato Branco por todos os poucos veneradores desse deus, participou da Batalha do Lago Subterrâneo.

História

Seus pais eram artesãos na cidade de Daliet e morreram três anos após o seu nascimento. Criado pela sua irmã mais velha Lilly e seus outros irmãos Mesym e Feras, juntamente com uma irmã mais nova, Arina, os halfling viviam de esmolas dadas pelo pequeno templo dos adoradores de Enrich. Aos nove anos, Pato Branco foi vítima de um terrível massacre enquanto buscava água na fonte do templo. Adoradores de Noka, um deus em ascensão, juntamente com seus demônios meio-homem mataram todos que ali estavam, e deixaram o pobre halfling muito ferido. Jorge Pato-Branco chegou tão perto da morte que caminhou na fronteira entre os reinos dos vivos e os mortos. Tendo uma vez passado para domínio da vida, ele agora tinha uma perspectiva única sobre a vida, talvez até uma maior apreciação por isso - ou talvez - essa experiência tenha causado nele uma rejeição todas as coisas triviais, concentrando-se apenas em questões de verdadeira importância pois ao despertar, sua mente chegou a um lugar de silêncio onde ele testemunhou sua deidade o deus Endric puxando seu corpo e espírito de volta da morte, mas não sem antes ter um vislumbre do inferno das almas Tiamat. Perturbado com essa experiência arrasadora, Pato-Branco agora buscava respostas com o único clérico sobrevivente do templo, Alganthir, um elfo cuja linhagem rebuscava a aurora dos elfos, o líder do culto a Endric. O elfo ajudou a guiá-lo na idade adulta, ensinando tudo o que ele conhecia sobre o mundo.

Pato Branco em Erich

Ao atingir a idade de quinze anos, Pato-Branco recebe uma missão de Alganthir, e ele se esforça para manter uma promessa: buscar em todo o país adoradores de Endric e reuni-los mais uma vez para que a seu culto fosse revivido. Pato-Branco então, ávido a conseguir cumprir a nobre tarefa, parte para Erich, no condado de Kinbe em busca de um antigo templo. Ao chegar na cidade, percebe uma agitação entre os moradores: a cidade estava sendo atacada por Orcs, e os ataques se situavam onde em seu mapa estava o templo de Endrich. Com um desejo ardente de expulsar os profanadores dali, Pato-Branco se une a um grupo de corajosos cidadãos que utilizam do pouco que possuem para fazer uma incursão ao Fortaleza de Benrod'z. Após um combate entre os aldeões e alguns enviados da feiticeira Khaen, o grupo chega num antigo templo de Endrich. O templo estava queimado e com alguns corpos carbonizados, algo estava escrito num grande círculo às portas do templo. Crente que seu deus iria protegê-lo, Pato-Branco então toma a pior das decisões: ele adentra no círculo macabro e instantaneamente é morto pelo feitiço do deus Noka. Não houve choro entre os aldeões, apenas espanto pela voracidade com a qual ele fora consumido pelo fogo. Como se o destino o quisesse ver morto, ele está mais uma vez ao inferno das almas de Tiamat.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.