FANDOM



Básico Editar

A cordilheira Hargron é composta de diversas montanhas e vulcões ao leste da cidade anina de Vladvostok.

Na língua dos anões, Karag Hargron significa "Montanhas da Coroa de Fogo", em referência ao vulcão Hargron que dá o nome dessa área.

Criação Editar

Quando Moradin forjou as terras de Stradim antes de criar a raça dos anões, Hargron foi um acidente. Dizem as lendas aninas que o Pai da Criação forjou todos os montes em Stradim com dez poderosos golpes de Tashkilgrund, mas ao terminar sua labuta o Grande Anão se sentiu cansado, e permitiu que seu martelo de infinito poder descansasse no solo.

O peso e poder de Tashkilgrund lentamente forçou caminho para dentro do solo, fazendo o chão gemer e lava explodir para fora. Quando Melora informou Moradin do acontecido, consternado, o deus se apressou para enfiar sua mão no solo e puxar fora a arma lendária, mas quando acabou o movimento um poderoso vulcão se encontrava no local.

História Editar

Durante a história da raça anina, Hargron sempre alterou entre uma figura importante e uma ameaça sinistra. A cidade de Vladvostok mina ali suas importantes Pedras Vulcânicas, vitais na criação das armas de Vidro Negro famosas na cidade; a presença do vulcão também cria um constante fluxo de minerais raros em fervência nos arredores da cordilheira: as minas de Hargron são um inferno para os gnomos lá postos para trabalhar, mas também são muito mais produtivas que as outras de Stradim.

Porém o vulcão no centro da cordilheira também apresenta uma perigosa maldição ao povo de Nael, pois diz a história que foi em Hargron que nasceu o primeiro Dragão Vermelho de Um.

Em 20 A.D. a deusa dracônica Tiamat deixou seu sangue infernal cair dentro do vulcão, do qual nasceu Golhak Chifre-de-Fogo. Por quatrocentos anos a dragão se escondeu nos rios de lava, criando sua prole e planos antes de lançar sua falhada tentativa de conquista contra os anões em 437 A.D..

O problema ainda apresentado por Hargron nos dias atuais é que muitos dragões vermelhos jovens sonham com as lendas da magmática cidade de Golhakdam, construída com magia dracônica dentro do caldeirão de lava da pira principal de Hargron. Muitos dragões vermelhos costumam ter em sua juventude o sonho louco de viajar até Hargron e mergulhar na lava para procurar o poder e conhecimento deixado para trás pela sua progenitora.

Mesmo sob proteção constante do Malleus Maleficarum e da Guilda, a região ainda enfrenta volta e meia o perigo de um dragão vermelho, especialmente os que conseguem achar um meio de entrar em Golhakdam e descobrir os seus segredos.